segunda-feira, outubro 09, 2006


Sai com a cara de quem fugiu de casa. Fugi da rotina. Ao andar, meu pé estava quase na vertical, batendo direto com o calcanhar no chão. Dava um impacto tranqüilo, fazendo o tronco do meu corpo balançar. Eu com aquela cara "Sim, estou ouvindo Pink Floyd." Aquele sorriso que engana os despercebidos, estilo Mona Lisa. Um sorriso que não é considerado um sorriso, mas se olhar com calma, percebe-se que ela esta, de fato, feliz. Quem sabe o Leonardo da Vinci colocava o vinilzão do Wish You Were Here no ateliê pra a dona Mona Lisa escutar?
Ao chegar na praça, sentei em um banco qualquer. Os idosos são tarados, as crianças são ranhentas e os casais não se olham na cara. Bacana mesmo são as plantas psicodélicas que lá achei e tive o prazer de registrar.

6 comentários:

Marco Aurélio disse...

Que horror, velhos tarados na praça! aiuheiaheuiaehuia
É as plantas são mais legais mesmo, principalmente as q da pra fumar AHIUEHAIHEUIA brincadeira

bjos

Sujeito da camisa listrada disse...

Legais essas plantas aí, mas eu geralmente não sorrio quando ouço o vinilzão do Wish you were here, eu acho...

Anônimo disse...

A, esse sorriso...
me deixa sem ter o que falar,princesa.
è vom sair do rotina.è bom mudar o foco de visão dos nossos olhos.
Gostei

Jonh Neo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Zaratustra disse...

wish you were here... legal!
gostaria que vc estivesse, esteja e fique com a gente, por aí, nada de EUA.
Caminhando entre os velhos tarados, aaah, conhecidência, escrevi sobre um velho desses em meu blog. abraço.

cyberdingo disse...

Whish you were here. Ja caminhei no bobodromo (houve um tempo em que era legal, divertido e seguro) cantando, feliz, alucinado, indeferente e alheio. Bons tempos.